Audi quer elevar vendas em 25% no Brasil em 2015

terça-feira, 28 de outubro de 2014 09:05 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - A montadora de carros de luxo Audi espera elevar suas vendas no Brasil em 2015 em 25 por cento e investir na abertura de lojas para mais que dobrar sua presença no país, afirmou o presidente executivo da marca alemã no Brasil, Jorg Hofmann.

A companhia, que investiu 500 milhões de reais em produção local no complexo fabril que divide com sua controladora Volkswagen no Paraná, espera vendas de 15 mil carros no Brasil em 2015, disse o executivo em apresentação a jornalistas no Salão do Automóvel de São Paulo.

A montadora começou o ano com meta de vendas de 10 mil unidades no Brasil, mas ampliou a meta para 12 mil, disse Hofmann. Até setembro, a marca vendeu 9.665 unidades.

O crescimento acontece apesar de um mercado total de veículos no Brasil caminhar para o segundo ano consecutivo de queda de vendas.

Hofmann afirmou que a Audi tem meta de ampliar as vendas no Brasil para 30 mil carros por ano em 2020.

A montadora vai ampliar a rede de concessionárias no país de 28 lojas em 2013 para 40 lojas este ano e para 60 até 2017, em investimentos de 300 milhões de reais.

No salão, o executivo apresentou o modelo elétrico A3 equipado com tecnologia de carregamento em tomada comum de 110 volts e afirmou que vai iniciar a produção local do SUV Q3 em 2016, além de vender versão com motor bicombustível do sedã A3 no final de 2015.

(Por Alberto Alerigi Jr.)

 
Logo da Audi fotografado em um carro do modela R8 LMX durante Feira Internacional de Automóveis em Paris. 2/10/2014. REUTERS/Jacky Naegelen