MAN corta projeção de lucro com queda na demanda por caminhões

terça-feira, 28 de outubro de 2014 11:09 BRST
 

BERLIM (Reuters) - A MAN reduziu sua projeção de lucro para o ano inteiro, a terceira revisão para baixo de suas metas comerciais em três meses, conforme o enfraquecimento da demanda por caminhões e a queda nas encomendas pressionam os resultados.

O lucro operacional do terceiro trimestre caiu pela metade para 82 milhões de euros (104 milhões de dólares, com novas encomendas recuando em um quinto para 3,47 bilhões de euros, informou a MAN nesta terça-feira.

A companhia controlada pela Volkswagen agora espera que o lucro operacional fique "ligeiramente" acima dos 309 milhões de euros registrados no ano passado, depois de ter projetado anteriormente que ficaria "claramente" acima do número de 2013.

As vendas da MAN, que também fabrica turbinas e motores a diesel, caíram 5 por cento para 3,5 bilhões de euros no terceiro trimestre, refletindo a demanda em desaceleração em importantes mercados da Europa e da América do Sul.

"Nossos resultados certamente foram menos que satisfatórios", disse o presidente-executivo, Georg Pachta-Reyhofen, em comunicado. "Estamos fazendo todo o possível para retomar o rumo o quanto antes".

No final de julho, a montadora cortou sua previsão de ano inteiro para as vendas do grupo depois que a receita em sua unidade de caminhões na América Latina despencou 17 por cento, devido ao crescimento em desaceleração no Brasil e o real mais fraco.

(Por Andreas Cremer)