Bovespa avança 3,6% com estrangeiros e expectativas sobre ministro da Fazenda

terça-feira, 28 de outubro de 2014 18:04 BRST
 

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) - A Bovespa fechou em forte alta nesta terça-feira, com o seu principal índice acima dos 52 mil pontos, em sessão influenciada por especulações sobre o futuro ministro da Fazenda e presença de investidores estrangeiros na ponta compradora.

O Ibovespa avançou 3,62 por cento, a 52.330 pontos. O volume financeiro do pregão somou 9,3 bilhões de reais.

Dados sobre o capital externo na Bovespa mostraram nesta terça-feira que o saldo voltou a ficar positivo em outubro até o dia 24, com sete pregões seguidos de entradas líquidas.

Os estrangeiros também aumentaram na véspera sua posição em contratos em aberto do Ibovespa futuro, em 14.941 contratos, para 109.059 contratos

O desempenho nesta sessão colocou o Ibovespa novamente no campo positivo no acumulado do ano, com alta acumulada de 1,6 por cento. Em dólar, o índice ainda registra queda em 2014, de 2,8 por cento.

Profissionais do mercado citaram expectativas sobre novas medidas para a economia, particularmente após a presidente reeleita Dilma Rousseff, em entrevista à TV Globo na segunda-feira, prometer fazer anúncios neste sentido a partir de novembro.

"Ela sinalizou que pensa em mudar, o mercado vai voltar e aguardar", disse o operador de renda variável de uma corretora em São Paulo, que pediu para não ter o nome citado.

Quanto à substituição de Guido Mantega na Fazenda, saíram na mídia nomes como do presidente do Bradesco, Luiz Trabuco, do ex-presidente do Banco Central Henrique Meirelles, do ex-secretário executivo da Fazenda Nelson Barbosa e do ex-presidente do Banco do Brasil Rossano Maranhão.   Continuação...