Ações asiáticas sobem para máxima de 1 mês com resultados e otimismo sobre Fed

quarta-feira, 29 de outubro de 2014 07:55 BRST
 

Por Hideyuki Sano

TÓQUIO (Reuters) - As ações asiáticas avançaram para máximas de um mês nesta quarta-feira, com otimismo dos investidores sobre resultados corporativos e perspectivas de que o Federal Reserve, banco central dos Estados Unidos, reafirmará sua disposição em aguardar um período prolongado antes de elevar os juros do país.

Às 7h50 (horário de Brasília), o índice MSCI que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão avançava 1,18 por cento, liderado pela alta de 1,84 por cento nas ações sul-coreanas. O índice japonês Nikkei registrou importante alta, de 1,46 por cento.

É ampla a expectativa de que o Fed anuncie nesta quarta-feira que irá encerrar seu estímulo de compra de títulos que já dura dois anos, conforme a economia dos EUA continua ganhando ímpeto.

Ainda assim, autoridades do Fed também já haviam reiterado que não estão com pressa em apertar a política monetária, com a elevação dos juros que hoje estão próximos de zero, devido à inflação contida e à qualidade ruim da recuperação nos mercados de trabalho.

"Há algumas perspectivas de que o processo de redução de estímulos pode ser adiado pelo resto deste ano, mas é mais provável que o Fed manterá sua posição atual de exercitar prudência ao ponderar qualquer elevação de juros", disse o analista da Hanyang Securities, Lim Dong-rak.

As ações norte-americanas subiram mais de 1 por cento na terça-feira, alimentando o bom desempenho na Ásia neste pregão, diante de bons resultados corporativos.

Até o momento, 245 companhias no índice norte-americano S&P 500 divulgaram resultados para o terceiro trimestre, e 73,5 por cento superaram as expectativas de analistas, segundo a Thomson Reuters. Nos últimos quatro trimestres, 67 por cento das companhias superaram expectativas.