Deutsche Bank tem prejuízo no trimestre com peso de despesas legais

quarta-feira, 29 de outubro de 2014 09:06 BRST
 

FRANKFURT (Reuters) - O Deutsche Bank teve prejuízo líquido no terceiro trimestre, pressionado por custos legais, enquanto um aumento modesto nos resultados da área de banco de investimento ficou atrás do que foi visto em muitos de seus pares.

O prejuízo foi anunciado um dia depois do banco ter reformulado e ampliado seu conselho de administração, nomeando um banqueiro do Goldman Sachs como vice-presidente financeiro e criando um novo papel no conselho para melhorar o foco na solução de uma longa lista de ações judiciais e investigações.

O maior banco da Alemanha teve um prejuízo líquido trimestral de 92 milhões de euros (117 milhões de dólares), com pesados encargos por esperadas multas e acordos jurídicos corroendo uma elevação de 2 por cento na sua receita líquida.

A importante divisão de banco de investimento do grupo viu um aumento de 9 por cento na receita, com as atividades de trading de dívida subindo 15 por cento, um aumento relativamente modesto em comparação com o divulgado por seus rivais norte-americanos. O Morgan Stanley divulgou um aumento de 87 por cento no lucro devido ao aumento das atividades de trading.

O Deutsche Bank gastou 894 milhões de euros em custos de litígio no trimestre. No total, o banco gastou cerca de 7 bilhões de euros em multas e acordos desde 2012.

O banco também fez um alerta sobre algumas de suas metas de rentabilidade revistas para 2015, dizendo que as condições permaneciam desafiadoras em diversas áreas.

Mas o Deutsche Bank disse que estava "em grande parte no caminho" para cumprir a sua promessa de entregar um ganho de 13 a 15 por cento no lucro da sua divisão de banco de investimento.