Usinas de cana da Índia elevarão produção de açúcar na nova safra

quarta-feira, 29 de outubro de 2014 12:06 BRST
 

NOVA DÉLHI (Reuters) - As usinas de açúcar no principal Estado produtor de cana da Índia deverão começar a moagem da nova safra dentro do cronograma, numa temporada em que a indústria do maior consumidor do mundo da commodity está prestes a produzir um excedente pelo quinto ano consecutivo, com aumento de 4 por cento na comparação com o ciclo anterior.

Um começo de moagem em tempo oportuno pode deprimir os preços locais, aumentar a oferta e forçar as usinas a fecharem acordos de exportação a valores mais baixos.

As usinas no maior Estado produtor de cana, Uttar Pradesh, entretanto, ameaçam suspender as operações, citando a inviabilidade de pagar preços da cana fixados pelos governos.

"O comissário de cana de UP (Uttar Pradesh) nos disse que as usinas têm assegurado ao governo do Estado que elas vão começar suas operações dentro do cronograma", afirmou o secretário de Alimentos, Sudhir Kumar, depois de uma reunião de autoridades de Estados produtores de açúcar.

A produção de açúcar do país deverá crescer 4 por cento, para 25,5 milhões de toneladas na temporada 2014/15, que começou oficialmente em 1 de outubro, disse uma autoridade do governo.

O volume supera o consumo local de cerca de 23 milhões de toneladas, acrescentou a autoridade, recusando-se a ser identificada porque não está autorizada a falar com a mídia.

Na nova temporada, o Estado de Maharashtra deverá produzir 9,1 milhões de toneladas de açúcar, enquanto Uttar Pradesh poderia produzir 6,2 milhões de toneladas, disse o funcionário.

A produção excedente poderia forçar o governo a dar incentivos para as exportações, uma vez que preços não são atraentes no mercado mundial, disse um comerciante de Mumbai.

A Índia é o segundo produtor global de açúcar, atrás do Brasil.

(Por Mayank Bhardwaj)