Fed encerra compra de títulos e mostra confiança na recuperação dos EUA

quarta-feira, 29 de outubro de 2014 16:48 BRST
 

Por Howard Schneider e Michael Flaherty

WASHINGTON (Reuters) - O Federal Reserve, banco central dos Estados Unidos, encerrou nesta quarta-feira seu programa de compra de títulos e sinalizou confiança de que a recuperação econômica do país permanecerá nos trilhos apesar de sinais de desaceleração em muitas partes da economia global.

"O Comitê continua a ver força intrínseca suficiente na economia mais ampla para sustentar o progresso existente na direção do pleno emprego em um contexto de estabilidade de preços", disse o comitê de política do Fed em comunicado após dois dias de reuniões.

O comunicado desconsiderou amplamente a recente volatilidade no mercado financeiro, a desaceleração crescimento da Europa e a perspectiva de inflação fraca como obstáculos para o progresso a caminho das metas de desemprego e inflação.

O Fed destacou ainda o fortalecimento do mercado de trabalho, afirmando que a capacidade ociosa está "gradualmente diminuindo".

Ele ainda manteve sua linguagem básica de comunicados recentes em relação à taxa de juros, afirmando que ela permanecerá baixa por um "tempo considerável" após o fim das compras de ativos neste mês.

O momento e o ritmo de alta dos juros vão depender dos indicadores econômicos, disse o Fed, uma nova linguagem que aparentemente ganhou o apoio dos presidentes do Fed da Filadélfia e de Dallas, Charles Plosser e Richard Fisher, respectivamente, que haviam sido votos dissidentes a reunião anterior.

Sobre a inflação, o Fed reconheceu que preços mais baixos de energia e outras forças estão segurando a inflação, mas que, de uma maneira geral, a economia deve progredir para a meta do banco central, de inflação de 2 por cento.

"O Comitê julga que a probabilidade da inflação persistir abaixo de 2 por cento diminuiu um pouco desde o começo do ano", disse o comunicado.   Continuação...