Plantio de soja começa com atraso no Rio Grande do Sul

quinta-feira, 30 de outubro de 2014 20:08 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - Os produtores de soja do Rio Grande do Sul começaram a semear as primeiras lavouras de soja desta safra, mas os trabalhos estão atrasados em relação ao ano passado devido ao tempo chuvoso no Estado, terceiro maior produtor da oleaginosa no país, informou nesta quinta-feira a Emater/RS.

Segundo estimativa do órgão de extensão rural do governo gaúcho, foram plantados até agora cerca de 70 mil hectares, equivalente a pouco mais de 1 por cento da área total estimada. Um ano atrás, o plantio já havia alcançado 10 por cento da área prevista.

"Esse pequeno atraso se deve às condições desfavoráveis verificadas até meados  deste mês, quando o excesso de umidade impossibilitou os trabalhos prévios à semeadura, como a dissecação de pastagens e outras coberturas verdes", disse a Emater, em um relatório semanal.

A expectativa dos técnicos da entidade é que, com a melhora das condições do tempo, os produtores irão acelerar o trabalho de plantio nas próximas semanas. 

O Rio Grande do Sul deverá colher um recorde de 14,25 milhões de toneladas na atual safra de verão 2014/15, alta de mais de 9 por cento ante a colheita anterior, segundo estimativa feita pela Emater em setembro.

(Reportagem de Gustavo Bonato)