Fortes chuvas atingem importante área produtora de trigo na Argentina

sexta-feira, 31 de outubro de 2014 14:58 BRST
 

BUENOS AIRES (Reuters) - Fortes chuvas foram relatadas durante os últimos sete dias na maior província agrícola da Argentina, resultando em excesso de água em muitos campos de trigo, que também seriam afetados por geadas durante o fim de semana, afirmou o governo nesta sexta-feira.

Os agricultores da Argentina, um dos principais exportadores de trigo e grande fornecedor ao Brasil, estão começando a colher o cereal da temporada 2014/15, que registrou um plantio de 4,6 milhões de hectares, segundo dados oficiais.

"O sul, centro e norte da província de Buenos Aires e alguns campos em La Pampa têm excessos devido às recentes chuvas", disse o Ministério da Agricultura, em seu relatório semanal de culturas.

"Além do excesso de água, são esperadas geadas no sul de Buenos Aires durante o fim de semana", disse o relatório oficial.

Especialistas dizem que o cereal pode sofrer perdas de produtividade pela queda de temperaturas esperada para a província de Buenos Aires, que responde por cerca de metade do trigo do país.

Por outro lado, o núcleo do norte e do oeste da Argentina deve receber chuvas entre domingo e terça-feira, o que seria favorável para as culturas já que nesses setores as reservas de umidade são baixas ou deficientes, de acordo com o relatório.

A Bolsa de Cereais de Buenos Aires disse quinta-feira que o excesso de água não geraria perdas significativas ao trigo, que já foi atingido por um longo período de precipitações no outono e no inverno, que deixou centenas de milhares de hectares sob a água.

A bolsa estima a safra 2014/15 de trigo em 11,5 milhões de toneladas.

(Reportagem de Maximiliano Rizzi e Maximilian Heath)