ONS vê queda de nível de represas do Sudeste e alta no consumo elétrico em novembro

sexta-feira, 31 de outubro de 2014 15:44 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - O Operador Nacional do Sistema (ONS) divulgou nesta sexta-feira previsões oficiais para a situação de energia elétrica do país em que estima que o nível de represas de hidrelétricas do Sudeste cairá para 15,5 por cento no fim de novembro.

Ao mesmo tempo, o ONS prevê que as chuvas no Sudeste deverão ficar a 74 por cento da média histórica no próximo mês, enquanto o consumo de carga de energia no Brasil deverá subir 2,6 por cento sobre um ano antes, segundo relatório Programa Mensal de Operação (PMO).

Na véspera, fontes do setor presentes na reunião do ONS que debateu premissas para o relatório informaram que o órgão trabalhava com a perspectiva preliminar de que o nível das represas do Sudeste no final de novembro ficaria em 17 por cento.

Segundo o relatório divulgado nesta sexta-feira, para o Nordeste, a expectativa do ONS é de que os reservatórios de hidrelétricas da região exibam nível de 11,4 por cento no final do próximo mês e que as chuvas fiquem a 36 por cento da média histórica para o período.

Atualmente, o nível das hidrelétricas no Nordeste está a 15,88 por cento e no Sudeste a 18,85 por cento. No Sudeste, o nível é pior que o registrado ao final de outubro de 2000, ano pré-racionamento, e especialistas do setor tem alertado que há grande risco de racionamento em 2015 se não chover perto das médias históricas durante o período úmido.

(Por Alberto Alerigi Jr.)