31 de Outubro de 2014 / às 18:33 / 3 anos atrás

Índice de ações europeu tem maior alta semanal de 2014 após BC do Japão

LONDRES (Reuters) - O índice de ações europeias teve sua maior alta semanal do ano nesta sexta-feira depois que o banco central do Japão surpreendeu os mercados financeiros globais com o aumento de seu imenso programa de estímulo.

O índice FTSEurofirst 300, que reúne os principais papéis do continente, avançou 1,84 por cento, a 1.351 pontos, levando ao ganho semanal de 3 por cento, o maior desde dezembro de 2013.

A decisão do Banco do Japão, de comprar mais ativos, ajudou a diminuir as preocupações sobre o fim do quantitative easing nos Estados Unidos e a relutância do Banco Central Europeu de se engajar em uma compra de títulos em larga escala, apesar da baixa inflação.

"Há uma euforia nos mercados depois das notícias do BC japonês. Isso vai ajudar a ofuscar o fim do QE do Fed e também mostra quão determinados estão os bancos centrais em suas lutas contra a deflação", disse o operador do Saxo Bank Pierre Martin.

A montadora francesa Renault, que tem parceria com a japonesa Nissan subiu 3,5 por cento, uma vez que uma queda no iene deixou as exportações japonesas mais atrativas.

Apesar da alta de 5,6 por cento nas duas últimas semanas, o FTSEurofirst 300 ainda acumulou queda de 2 por cento em outubro, o maior recuo mensal em 16 meses.

Uma desaceleração econômica na Europa e em alguns mercados emergentes, além do fim do programa de estímulo de seis anos do Fed tiveram impacto nos mercados acionários no mês.

Ações bancárias lideraram ganhos na sessão, com o índice do setor bancário STOXX Europe 600 subindo 2,7 por cento.

Até o momento na temporada de balanços, cerca de 60 por cento das empresas superaram estimativas dos analistas, muito acima da média vista desde 2011, de 48 por cento, segundo dados da Thomson Reuters I/B/E/S.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 1,28 por cento, a 6.546 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 2,33 por cento, a 9.326 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 2,22 por cento, a 4.233 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve alta de 3,07 por cento, a 19.783 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou ganho de 2,09 por cento, a 10.477 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 subiu 1,98 por cento, a 5.222 pontos.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below