Santander Brasil prevê estabilidade da inadimplência nos próximos trimestres

terça-feira, 4 de novembro de 2014 12:49 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - O Santander Brasil deve ter estabilidade de seus índices de inadimplência nos próximos trimestres, disse nesta terça-feira o presidente-executivo da instituição, Jesús Zabalza, em teleconferência com jornalistas.

A inadimplência no banco medida pelo índice de operações vencidas com mais de 90 dias caiu de 3,7 para 4,1 por cento do segundo para o terceiro trimestre. Um ano antes, a taxa de calotes tinha sido de 4,5 por cento.

Zabalza disse ainda que, após a oferta de permuta de units do banco por recibos de ações do controlador espanhol Santander, na semana passada, que deixará apenas 10 por cento das ações da filial brasileira em circulação no mercado, a governança da instituição no país será mantida.

(Por Aluísio Alves)