Siemens prepara caminho para separar unidade de saúde, dizem fontes

terça-feira, 4 de novembro de 2014 13:01 BRST
 

FRANKFURT (Reuters) - A alemã Siemens dará primeiro passo importante na quarta-feira para cindir sua unidade de saúde de 14 bilhões de euros (18 bilhões de dólares) do resto da empresa, disseram duas fontes com conhecimento do assunto nesta terça-feira.

O grupo de engenharia teme que sejam necessários grandes investimentos no negócio de alta margem, enquanto novos métodos de diagnóstico e novos rivais como Samsung elevam a concorrência com os rivais tradicionais, como a General Electric e a Philips.

O conselho de supervisão da Siemens decidirá na quarta-feira sobre a criação novas unidades de saúde, inclusive na Alemanha, capazes de reter licenças para produtos como equipamentos de imagem independentes da Siemens AG, disse uma das fontes.

Isto permitiria a separação subsequente da divisão de saúde como um todo do resto da empresa.

A empresa com sede em Munique se recusou a comentar.

(Por Jens Hack e Georgina Prodhan)