Produção de petróleo no Brasil tem novo recorde em setembro, diz ANP

terça-feira, 4 de novembro de 2014 13:21 BRST
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A produção de petróleo no Brasil atingiu recorde de 2,358 milhões de barris por dia em setembro, alta de 12,6 por cento ante mesmo mês em 2013, com crescimento da extração da Petrobras e também de companhias como a Shell e a BG, informou a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) nesta terça-feira.

A melhor marca anterior havia sido registrada em agosto, quando somou 2,326 milhões de barris/dia.

Já a produção de gás natural somou 88,9 milhões de metros cúbicos por dia em setembro, alta de 13,8 por cento ante mesmo mês de 2013. A extração diminuiu ligeiramente ante o recorde de agosto (90,9 milhões).

A produção total (petróleo e gás) atingiu 2,918 milhões de barris de óleo equivalente/dia (boed).

A produção da Petrobras somou 2,490 milhões de boe, alta de 8,3 por cento, ou 191 mil boe ante o mesmo mês do ano passado, com reforço da nova produção no pré-sal, onde a estatal responde pela maior parte da extração.

A produção de petróleo e gás do pré-sal no Brasil, de todas as empresas, totalizou 648,1 mil boed, alta de 0,2 por cento em relação ao mês anterior, segundo a ANP.

A Petrobras respondeu por cerca de 85 por cento da produção de óleo e gás do Brasil em setembro.

A BG, importante parceira da Petrobras, aumentou a sua produção em setembro em 93,2 por cento, para 94,6 mil boed.

Já a Shell quase sobrou sua produção na comparação anual para 51 mil boed.

(Por Roberto Samora)

 
Segurança acena na entrada da sede da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustível (ANP) no Rio de Janeiro. 20/08/2014 REUTERS/Pilar Olivares