Nissan realiza recall de sedãs híbridos Infiniti por problemas de transmissão

terça-feira, 4 de novembro de 2014 16:09 BRST
 

DETROIT (Reuters) - A Nissan Motor disse nesta terça-feira que está realizando o recall global de mais de 14 mil sedãs de luxo híbridos Infiniti dos modelos Q50 e Q70 devido a possíveis problemas de software e transmissão.

A Nissan está realizando o recall de 14.438 Q50 e Q70 ano 2014 porque o motor elétrico pode parar devido a erros de comunicação entre o inversor do motor e o módulo de controle da transmissão, de acordo com a companhia e documentos publicados no site da Administração National de Segurança de Tráfego dos Estados Unidos (NHTSA, na sigla em inglês).

Dos veículos afetados, 7.539 foram vendidos no Japão, 5.412 nos Estados Unidos e territórios, e o restante em outros mercados, disse a Nissan.

O problema pode ocorrer quando o motor elétrico para de trabalhar e pode aumentar o risco de colisão, de acordo com os documentos da NHTSA. O problema não ocorre quando o carro está operando em velocidade de rodovias enquanto o motor interno de combustão está em uso, de acordo com documentos da NHTSA.

A Nissan descobriu o problema depois de um "incidente de campo" no Japão em agosto, de acordo com os documentos da NHTSA. A empresa não encontrou incidentes no mercado norte-americano, segundo a NHTSA.

A Nissan irá reprogramar o software inversor do motor sem custos, de acordo com a NHTSA. O recall deve ser iniciado em meados de novembro.

Em uma iniciativa separada, a Nissan também está realizando o recall de 1.641 sedãs híbridos Q50, Q70 e Q70L do mesmo ano porque alguns deles podem ter caixas de transmissão automática com rachaduras causadas na produção, de acordo com a NHTSA.

O recall afeta 817 carros vendidos nos Estados Unidos e seus territórios, 520 no Japão e o restante em outros mercados, disse a Nissan.

(Por Ben Klayman)