Portugal suspende por um dia venda a descoberto de ações da Portugal Telecom

terça-feira, 4 de novembro de 2014 17:19 BRST
 

LISBOA (Reuters) - A Comissão de Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) de Portugal proibiu a venda a descoberto de ações da Portugal Telecom durante o dia 5 de novembro, quarta-feira, após nova forte queda do papel, anunciou o órgão regulador português.

Em comunicado, a CMVM disse que a decisão levou em consideração a queda de 12,05 por cento no preço do papel nesta terça-feira, por considerar a possibilidade de um movimento especulativo. A Portugal Telecom pertence à operadora brasileira Oi.

"Considerando que a flutuação do preço das ações em causa não pode excluir a ocorrência de um fenômeno de especulação com impacto negativo, a CMVM decide: a proibição das vendas a descoberto das ações representativas do capital social da Portugal Telecom no Euronext Lisbon", disse o regulador em comunicado.

Na segunda-feira, o grupo francês Altice anunciou uma oferta 7,025 bilhões de euros para comprar os ativos portugueses da Portugal Telecom da Oi, o que levou a uma forte alta do papel da operadora portuguesa.

No entanto, nesta sessão as ações da Portugal Telecom fecharam em queda de 12,05 por cento. As ações preferenciais da Oi, que subiram 13 por cento na sexta-feira e 3,1 por cento na segunda-feira, fecharam em queda de 5,22 por cento nesta terça-feira na Bovespa.

(Por Sérgio Gonçalves)