Lucro da BRMalls recua no 3o tri, pressionado por Copa e desvalorização do real

terça-feira, 4 de novembro de 2014 20:18 BRST
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O impacto negativo da Copa do Mundo em julho e a desvalorização do real ante o dólar pressionaram os resultados da BRMalls no terceiro trimestre, levando a uma queda do lucro líquido no período.

O lucro líquido ajustado foi de 123,6 milhões de reais entre julho e setembro, queda de 3,7 por cento em relação ao terceiro trimestre de 2013. A média das estimativas obtidas pela Reuters apontava para um lucro ajustado de 97,4 milhões de reais.

Considerando a variação cambial que teve um impacto negativo de 115,8 milhões de reais e outros efeitos não caixa, a BRMalls teve prejuízo de 8,1 milhões de reais no terceiro trimestre.

"No terceiro trimestre de 2014 mantivemos nosso crescimento em patamares saudáveis mesmo em um cenário macroeconômico desafiador", disse a empresa em seu relatório de resultados.

As vendas no varejo brasileiro caíram 1,1 por cento em julho sobre junho, pior resultado desde outubro de 2008, informou em setembro o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Entre julho e setembro, a receita líquida da companhia avançou 4,2 por cento ano a ano, para 336,1 milhões de reais.

A BRMalls informou na sexta-feira que as vendas consolidadas foram de 5,3 bilhões de reais no terceiro trimestre, alta de apenas 1,8 por cento na comparação anual. As vendas mesmas lojas (abertas há mais de 12 meses) subiram 4,4 por cento no período. No terceiro trimestre de 2013, este avanço tinha sido de 8,1 por cento.

O Ebitda (sigla em inglês para lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado foi de 263,8 milhões de reais no período, avanço de 1,8 por cento na mesma base de comparação.

Diante de um cenário desafiador, a empresa espera apresentar um "diferencial de crescimento" por meio de novas expansões, buscando fortalecer seus ativos atuais, disse a BRMalls.   Continuação...