5 de Novembro de 2014 / às 00:12 / 3 anos atrás

Lucro líquido da TIM sobe 10,6% no 3º tri, para R$348,3 mi

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O lucro líquido da operadora de telecomunicações TIM Participações subiu 10,6 por cento no terceiro trimestre, impulsionado pelas receitas de dados que compensaram o impacto da redução da taxa de interconexão.

A empresa teve lucro líquido de 348,3 milhões de reais no terceiro trimestre, frente a 315 milhões de reais no mesmo período de 2013. Analistas ouvidos pela Reuters esperavam lucro líquido de 342 milhões de reais no terceiro trimestre deste ano.

A empresa atribuiu os resultados aos "serviços de dados e a uma operação eficiente mesmo diante de um cenário de crescimento da receita mais desafiador", disse em seu relatório de resultados.

A receita líquida total foi 4,853 bilhões de reais, queda de 4,5 por cento na comparação anual, com impacto da redução da taxa de interconexão (VU-M) e do declínio do negócio de SMS.

A receita líquida de serviços recuou 3,8 por cento ante o ano passado, para 4,045 bilhões de reais. Excluindo os efeitos dos cortes de VU-M, a receita total líquida de serviços teria aumentado 0,4 por cento, para 4,225 bilhões de reais, disse a empresa.

A receita bruta de dados subiu 23 por cento ano a ano, atingindo 1,68 bilhão de reais, representando 29 por cento da receita bruta de serviços móveis. O número de usuários de dados cresceu 32 por cento na mesma base de comparação.

"Os serviços de dados apresentaram excelente evolução em todos aspectos: crescimento da base de clientes, uso de dados e SVA (serviço de valor agregado) e penetração de smartphones na nossa base", disse a empresa.

A margem Ebitda teve alta de 2,8 pontos percentuais na comparação ano a ano, com crescimento de 6,4 por cento do Ebitda (sigla em inglês para lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização), para 1,332 bilhão de reais no período de julho a setembro.

O ARPU (receita média por usuário) atingiu 17,4 reais no período, redução de 6,3 por cento ano a ano, também afetado pelo corte da taxa de interconexão.

No terceiro trimestre, os custos operacionais totalizaram 3,521 bilhões de reais, redução de 8,1 por cento.

CONSOLIDAÇÃO

O mercado trabalha com a possibilidade de consolidação no setor de telecomunicações brasileiro. A Oi anunciou em agosto a contratação do banco BTG Pactual como comissário para desenvolver alternativas para viabilizar proposta de aquisição da participação da Telecom Italia na TIM.

Na sexta-feira, duas fontes com conhecimento direto do tema disseram à Reuters que a empresa fechou acordo com Claro e Vivo para realizar uma oferta conjunta pela TIM, por cerca de 32 bilhões de reais (13 bilhões de dólares). A TIM disse na ocasião desconhecer qualquer oferta de compra.

Mas a Oi disse em comunicado ao mercado na segunda-feira que, até a data, não havia qualquer definição ou acordo em relação a uma estrutura para a compra da operadora.

Por Luciana Bruno

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below