BB diz que alta na inadimplência não é tendência

quarta-feira, 5 de novembro de 2014 11:30 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - A recente alta dos indicadores de inadimplência do Banco do Brasil não é uma tendência e os atuais níveis devem se estabilizar ou cair, disse a jornalistas o vice-presidente de Finanças do BB, Ivan Monteiro.

"Essa alta recente não configura tendência", disse o executivo.

O banco divulgou mais cedo que encerrou o terceiro trimestre com lucro de 2,78 bilhões de reais, alta de 2,8 por cento sobre um ano antes. A taxa de inadimplência do BB em operações vencidas há mais de 90 dias terminou o terceiro trimestre em 2,09 por cento ante 1,97 no mesmo período do ano passado.

(Por Aluísio Alves)