Aneel apresenta proposta de alocação de cotas de energia a distribuidoras

quarta-feira, 5 de novembro de 2014 15:30 BRST
 

BRASÍLIA (Reuters) - A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) apresentou nesta quarta-feira proposta de alocação às distribuidoras de cotas de energia de usinas cujas concessões vencem em 2015, destinando a maior cota à Eletropaulo.

O critério adotado pela Aneel para dividir a energia dessas concessões, cerca de 4,5 mil MW médios, é, em primeiro lugar, a cobertura da exposição das distribuidoras ao mercado de curto prazo e, depois, a proporção do tamanho do mercado de cada companhia.

Segundo o diretor da Aneel Tiago Correia, relator do caso, a ideia é que, após a distribuição das cotas, a necessidade de contratação das distribuidoras no leilão A-1, marcado para 5 de dezembro, será de cerca de 629 MW médios.

A cota destinada pela proposta à Eletropaulo é de 1.288 MW médios em 2015, ao todo, incluindo a energia de cotas já alocada à empresa. No caso da Light, as cotas somariam 1.060 MW médios em 2015. A terceira maior cota seria a da Cemig, pela proposta da Aneel, de 981,95 MW médios em 2015.

A proposta da Aneel prevê um nivelamento das cotas nos anos seguintes até que, em 2021, a distribuição será toda proporcional ao tamanho dos mercados.

A proposta da Aneel ficará em audiência pública de 6 a 17 de novembro.

(Por Leonardo Goy)