Arteris tem alta no lucro do 3º tri, mas vê cenário fraco de tráfego no fim do ano

quinta-feira, 6 de novembro de 2014 19:56 BRST
 

SÃO PAULO/RIO DE JANEIRO (Reuters) - A empresa de concessões rodoviárias Arteris teve alta anual de 13,5 por cento no lucro líquido do terceiro trimestre, em meio ao crescimento do tráfego e das receitas com pedágios.

Mas a empresa previu um cenário mais fraco para tráfego no final do ano, em linha com as fraca atividade econômica do país.

A Arteris lucrou 146,4 milhões de reais de julho a setembro. A receita líquida subiu 21,6 por cento, a 1,1 bilhão de reais, impulsionada pelo aumento de 40,9 por cento das receitas de obras, sem efeito caixa, e pela alta de 5,7 por cento da receita de pedágio, que totalizou 636 milhões de reais no trimestre.

De julho a setembro, a empresa teve tráfego pedagiado de 186,7 milhões de veículos equivalentes, crescimento de 2,3 por cento ano contra um ano antes.

O volume de veículos em rodovias federais cresceu 4,1 por cento, impulsionado por eventos não recorrentes como a abertura de uma praça de pedágio na concessionária Autopista Litoral Sul e pelo fato de a Autopista Planalto Sul ter recebido veículos de rodovias paralelas com trechos interditados por chuvas.

Em bases comparáveis, o crescimento do volume em rodovias federais teria sido de 0,5 por cento. Já o tráfego de rodovias estaduais caiu 1,9 por cento, diante da desaceleração econômica, que deve se refletir também sobre os três últimos meses do ano.

"No quarto trimestre, vamos ver um crescimento muito próximo a zero (no volume de tráfego), algo pífio", disse à Reuters o diretor de Relações com Investidores da Arteris, Alessandro Levy. "O crescimento de 2,2 por cento do tráfego em 9 meses (em bases comparáveis) pode baixar para 2 por cento".

Em relação às tarifas, o executivo espera um quadro parcecido ao visto no terceiro trimestre. "Se (o tráfego) for um pouco menor, a alta na receita com pedágios pode ficar um pouco abaixo dos 5,7 por cento do terceiro trimestre, mas acho que fica próxima a 5 ou 6 por cento", disse.

A tarifa média consolidada praticada no terceiro trimestre foi de 3,41 reais, avanço de 3,4 por cento na comparação anual.   Continuação...