Swiss Re supera expectativas no 3o tri com perdas menores por desastres

sexta-feira, 7 de novembro de 2014 09:31 BRST
 

ZURIQUE (Reuters) - A Swiss Re, segunda maior resseguradora do mundo, disse na quinta-feira que seu lucro líquido cresceu mais que o esperado no terceiro trimestre, já que precisou pagar menos devido a desastres naturais e causados pelo homem.

A Swiss Re e rivais alemãs como a Hannover Re e Munich Re ajudam companhias de seguro a cobrir os custos de grandes pedidos de indenização, como para furacões e terremotos, em troca de parte dos prêmios pagos pelos clientes das seguradoras.

No entanto, um número menor de desastres naturais graves nos últimos trimestres e um aumento da concorrência de fontes alternativas de capital para a indústria de seguros vem reduzindo o poder de precificação e a relevância das resseguradoras.

Um aumento de longo prazo na demanda vai compensar as atuais pressões de oferta no mercado, disse a Swiss Re.

"Entendemos que há incerteza no mercado e desafios sem dúvida existem", disse o presidente-executivo da Swiss Re, Michel Liès, em comunicado. "Como resultado, gestão rigorosa de ciclo, condução de portfólio e disciplina de subscrição continuarão a ser nossas principais ferramentas para poder gerar sucesso no futuro".

O lucro líquido da companhia cresceu 14 por cento para 1,2 bilhão de dólares, em parte devido a pedidos de indenização mais benignos por desastres naturais e causados pelo homem, disse a Swiss Re.

Pesquisa da Reuters junto a analistas apontava que a resseguradora teria lucro líquido de 891 milhões de dólares.

(Por Alice Baghdjian)