Safra de soja da Índia deverá subir 10% em 2014/15 com ajuda de monções

sexta-feira, 7 de novembro de 2014 11:50 BRST
 

NOVA DHÉLI (Reuters) - Um maior volume de chuvas no fim da temporada de monções deverá ajudar a produção de soja da Índia a subir cerca de 10 por cento, para 10,44 milhões de toneladas, no ano safra que termina em junho do ano que vem, aumentando a oferta de óleo de soja no maior importador global de óleos vegetais.

A maior produção, a despeito de uma temporada irregular de chuvas, dará um impulso para os esforços do governo de reduzir a dependência de importações, um dos principais objetivos do primeiro-ministro Narendra Modi, que planeja obter a autossuficiência em óleos comestíveis.

No ano anterior, a safra de soja da Índia foi de 9,48 milhões de toneladas.

A temporada de monções, entre junho e setembro, começou com déficit, mas acelerou na segunda metade, provavelmente elevando a produtividade das lavouras, o que deverá compensar a queda de 9,6 por cento na área plantada.

"Uma boa distribuição de chuvas na fase de crescimento ajudou a safra de soja, apesar do atraso no plantio por cerca de três semanas em muitas regiões", disse Davish Jain, presidente da Associação de Processadores e Soja da Índia (Sopa, na sigla em inglês).

A Índia é o quinto maior produtor de soja do mundo.

O aumento na produção de soja este ano deverá aumentar a oferta de óleo de soja para 1,9 milhão de toneladas em 2014/15, ante 1,6 milhão no ano anterior, disseram operadores.

A Índia consome cerca de 3,2 milhões de toneladas de óleo de soja por ano, e metade desse volume é importado de países como Brasil e Argentina.

(Por Ratnajyoti Dutta)