Mineradora Rio Tinto não planeja reduzir investimento em 2015

sábado, 8 de novembro de 2014 10:35 BRST
 

PEQUIM (Reuters) - A Rio Tinto não tem planos de cortar investimento de 8 bilhões de dólares em 2015 apesar da queda nos preços do minério de ferro, afirmou o presidente-executivo da mineradora, Sam Walsh, neste sábado.

"Ainda estamos prevendo que nosso investimento ficará em torno de 8 bilhões de dólares no próximo ano", disse Walsh à Reuters.

Walsh afirmou que ele tem ciência das especulações do mercado de que a Rio Tinto, segunda maior produtora de minério de ferro do mundo atrás da Vale, pode estar sendo pressionada para reduzir investimento, mas afirmou que a companhia tem margens elevadas.

O preço do minério de ferro, que representa cerca de 92 por cento da receita da Rio Tinto, caiu 43 por cento este ano, para o menor nível em cinco anos, perto de 75 dólares a tonelada.

"Toda esta volatilidade está acontecendo acima de nosso preço de custo. Temos margens em nossos negócios que nos permitirão continuar a investir e ao mesmo tempo aumentar materialmente os retornos aos acionistas", disse Walsh.

Falando durante a cúpula da organização para Cooperação Econômica da Ásia e do Pacífico (Apec), o executivo disse que está confiante em poder cumprir a promessa de premiar os investidores com altos retornos quando da divulgação de resultados anuais, em fevereiro.