Assad diz que proposta de cessar-fogo de enviado da ONU pode ser avaliada, diz mídia

segunda-feira, 10 de novembro de 2014 14:06 BRST
 

BEIRUTE (Reuters) - O presidente sírio, Bashar al-Assad, disse nesta segunda-feira que vale estudar a proposta de um mediador internacional de implementar um cessar-fogo local começando pela cidade de Aleppo, no norte do país, informou a mídia local.

O enviado da ONU para a Síria, Staffan de Mistura, citou a cidade de Aleppo como candidata óbvia para as chamadas "zonas de congelamento incrementais" com o objetivo de acabar com os combates localizados e permitir um acesso mais amplo para a entrada de ajuda.

"(Assad) considerou que vale a pena estudar a iniciativa de Mistura e tentar trabalhar para atingir os objetivos de devolver a segurança à cidade de Aleppo", disse a agência de notícias estatal.

Apesar de duas rodadas de negociações de paz entre o governo e a oposição política não terem surtido efeito este ano para acabar com a guerra, tréguas locais resultaram em algum alívio na violência.

Um estudo divulgado nesta segunda-feira pela London School of Economics afirma que tréguas de pequena escala podem representar o melhor caminho para reduzir o sofrimento dos civis sírios, citando 35 negociações locais.

(Por Oliver Holmes)