Conselho da Oi considera OPA por Portugal Telecom SGPS "inaceitável"

terça-feira, 11 de novembro de 2014 07:12 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - O Conselho de Administração da operadora brasileira de telecomunicações Oi disse na noite de segunda-feira que decidiu por unanimidade rechaçar quaisquer propostas para alteração dos termos da união com a Portugal Telecom SGPS.

Com isso, o Conselho afirmou que ratificava manifestação da diretoria da Oi divulgada mais cedo, entendendo que a oferta pública de aquisição de ações (OPA) feita pela empresa da angolana Isabel dos Santos pela Portugal Telecom SGPS promoveria mudanças no acordo já fechado entre esta última e a companhia.

"Nesse sentido, a Oi considera inaceitáveis e confirma que não efetuará qualquer modificação nos atos societários, contratos definitivos e demais instrumentos firmados para atender qualquer das condições estipuladas na OPA", disse o comunicado.

(Por Marcela Ayres)