Ações asiáticas caem com dados negativos anulando números fortes de emprego nos EUA

segunda-feira, 8 de dezembro de 2014 07:57 BRST
 

Por Shinichi Saoshiro

TÓQUIO (Reuters) - A ações asiáticas mostraram fraqueza nesta segunda-feira após dados destacarem a lentidão das principais economias da região e conterem o impulso vindo dos números mais fortes que o esperado sobre o mercado de trabalho dos Estados Unidos.

Números divulgados nesta segunda-feira mostraram que o desempenho comercial da China em novembro foi muito mais fraco que o esperado, enquanto a economia japonesa no terceiro trimestre teve contração ainda mais forte que o relatado inicialmente.

Às 7h47 (horário de Brasília), o índice MSCI que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão recuava 0,31 por cento.

O índice japonês Nikkei teve alta de 0,1 por cento, atingindo maior nível de fechamento desde julho de 2007, uma vez que a revisão para baixo do Produto Interno Bruto (PIB) do Japão foi compensada em grande parte pelo impacto positivo do iene mais fraco.

O índice de Xangai subiu 2,9 por cento depois que os dados fracos para a China alimentaram as esperanças de que o país implementará mais medidas de estímulos para reforçar sua economia.

"De modo chocante, as importações (da China) tiveram contração de 6,7 por cento na base anual --o desempenho mais fraco desde a crise do Lehman (exceto o período volátil relacionado ao Ano Novo Lunar)", disse o economista do Crédit Agricole em Hong Kong Dariusz Kowalczyk.