Anglo American pretende cortar 60 mil postos até 2017

terça-feira, 9 de dezembro de 2014 16:29 BRST
 

LONDRES (Reuters) - A mineradora global Anglo American pretende cortar cerca de 60 mil postos de trabalho como parte de uma reorganização mais ampla, afirmou o presidente-executivo, Mark Cutifani, nesta terça-feira.

A empresa tem o objetivo de reduzir o número de funcionários diretos e terceirizados a um total de cerca de 102 mil até 2017, dos cerca de 162 mil em 2013.

O presidente-executivo da subsidiária de minério de ferro da Anglo American, Kumba, também disse nesta terça-feira que ele propôs uma redução de 40 por cento em empregos na sede da empresa, em Pretória, na África do Sul.

(Reportagem de Silvia Antonioli)