S&P 500 anula perdas e fecha estável; ações de energia sobem em NY

terça-feira, 9 de dezembro de 2014 20:10 BRST
 

Por Caroline Valetkevitch

NOVA YORK (Reuters) - O S&P 500 terminou quase estável nesta terça-feira após ter caído mais de 1 por cento, com as preocupações com a fraqueza global e com turbulências políticas sendo parcialmente compensadas por ganhos dos setores de tecnologia e energia.

O índice Dow Jones caiu 0,29 por cento, a 17.801 pontos. O S&P 500 fechou em queda de 0,02 por cento, a 2.059 pontos. O Nasdaq subiu 0,54 por cento, a 4.766 pontos.

O S&P 500 anulou as perdas de 1,3 por cento vista mais cedo na sessão, movendo mais de 26 pontos da máxima à mínima do dia.

Ações de empresas de energia e tecnologia impulsionaram o mercado e o Nasdaq terminou em alta. Os papéis da Apple subiram 1,5 por cento, a 114,12 dólares, sendo o maior impulso do Nasdaq e do S&P 500.

"O mercado em geral está digerindo um movimento muito grande desde a baixa de 15 de outubro", disse o executivo-chefe da Sarhan Capital, Adam Sarhan. "Menos de dois meses atrás nós estávamos estáveis no ano, então, investidores estão hipersensíveis a potenciais quedas repentinas no mercado a esta altura."

O S&P 500 acumula alta de 10,6 por cento desde o fechamento de 15 de outubro e avanço de 11,4 por cento no ano.

A Grécia preocupou os investidores depois que o governo antecipou as eleições presidenciais em um jogo político que aumentou as incertezas sobre a transição do país para a saída do pacote de resgate.

O Brent mostrou recuperação e fechou em alta de 1 por cento após atingir a mínima em cinco anos. Os preços do petróleo estão sob pressão desde que a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) decidiu manter a produção, com o Brent caindo mais de 40 por cento desde junho.   Continuação...