Conab reduz previsão de safra de trigo 2014 em 15% por tempo desfavorável

quarta-feira, 10 de dezembro de 2014 10:12 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) reduziu nesta quarta-feira a projeção de safra de trigo do Brasil em 15 por cento na comparação com a previsão de novembro, para 5,95 milhões de toneladas, afastando a possibilidade de o país colher um recorde do cereal neste ano.

Na projeção anterior, a produção brasileira estava estimada em 7 milhões de toneladas, antes de os efeitos do clima desfavorável serem completamente levantados pela Conab.

O tempo ruim afetou especialmente o Rio Grande do Sul, que junto com o Paraná produz grande parte do trigo nacional. A colheita 2014 está praticamente encerrada no país.

"Durante o desenvolvimento da cultura vários fatores adversos influenciaram para que o resultado final fosse frustrante para a maioria dos produtores --geadas, chuvas torrenciais, enxurradas, falta de luminosidade, calor excessivo, ataque de doenças em geral, granizo, acamamento...", disse a Conab em nota.

A estatal ressaltou ainda que o tempo desfavorável prejudicou a qualidade do produto --alguns lotes tiveram baixo padrão--, além da produtividade.

Uma colheita abaixo do potencial deverá levar o Brasil a importar mais trigo do que o esperado no ano que vem.

O país, com um consumo anual de pouco mais de 12 milhões de toneladas, é um importador líquido do cereal --a Conab não fez estimativas para 2015.

Apesar da redução, a colheita do Brasil em 2014 ainda será maior que a registrada no ano passado (5,5 milhões de toneladas), quando geadas afetaram a produção no Paraná.

(Por Roberto Samora)

 
Trator trabalhando em plantação de trigo. 23/04/2013 REUTERS/Nacho Doce