FAA dos EUA concede autorização de uso comercial de drones para 4 empresas

quarta-feira, 10 de dezembro de 2014 14:00 BRST
 

WASHINGTON (Reuters) - A Administração Federal de Aviação (FAA, na sigla em inglês) dos Estados Unidos anunciou nesta quarta-feira ter permitido que quatro empresas usem drones comercialmente para levantamentos topográficos aéreos, monitoramento de canteiros de obras e inspeções de chaminés em plataformas de petróleo, abrindo ainda mais o espaço aéreo dos EUA para voos de drones de empresas.

As quatro companhias, a Trimble Navigation, VDOS Global, Clayco e Woolpert, disseram em suas petições à FAA que vão operar drones com menos de 25 quilos de peso e os manterão dentro do campo de visão o tempo todo.

A FAA concedeu permissões em setembro e outubro deixando que sete companhias de televisão e filmes usassem drones para fotografias e filmagens aéreas.

As autorizações mais recentes da FAA ampliam os usos de drones comerciais, e surgem enquanto a agência se prepara para lançar um projeto de regra sobre drones até o final de dezembro.

A FAA tem sofrido pressões crescentes de companhias buscando usar drones para monitorar plantações, inspecionar linhas de energia remotas, óleo e gasodutos e chaminés, conduzir operações de busca e resgate e fazer entregas, entre outros usos.

Estima-se que a indústria norte-americana de drones vai gerar 13,6 bilhões de dólares em atividade econômica e criará 70 mil empregos em três anos depois que as restrições sobre o uso comercial forem suspensas, segundo estudo da Associação Internacional para Sistemas de Veículos Não-Tripulados.

(Por Alwyn Scott e Erice Beech)