Francesa EDF assume fatia de 51% na hidrelétrica de Sinop que era da Alupar

sexta-feira, 12 de dezembro de 2014 08:41 BRST
 

PARIS/SÃO PAULO (Reuters) - O grupo francês de energia EDF (EDF.PA: Cotações) divulgou nesta sexta-feira a compra de 51 por cento na Companhia Energética Sinop, responsável pela construção e operação da usina hidrelétrica de 400 megawatts de Sinop, no norte do Mato Grosso, assumindo a fatia da Alupar Investimentos ALUP11.SA no empreendimento.

As duas outras acionistas no negócio são Eletronorte e Chesf, com 24,5 por cento cada, ambas controladas pela Eletrobras (ELET6.SA: Cotações).

Em comunicado à parte, a Eletrobras afirmou que a entrada da EDF UTE Norte Fluminense, subsidiária da EDF, no negócio substitui participação da Alupar Investimentos.

Em janeiro deste ano, a Eletronorte abriu chamada pública para escolher uma empresa privada substituta da Alupar no consórcio que vai construir a hidrelétrica Sinop, no rio Teles Pires. [nL2N0L11GN]

A concessão da hidrelétrica Sinop foi arrematada pelo consórcio formado pela Eletronorte, Chesf e Alupar em leilão ao final de agosto de 2013. Mas a empresa privada informou ao mercado prontamente, logo após o certame, que já havia desistido do empreendimento.

EDF e Eletrobras não deram detalhes financeiros do acordo nos comunicados que divulgaram separadamente.

(Por James Regan, em Paris, e Marcela Ayres, em São Paulo)