Mercado do Golfo estendem perdas com mergulho do petróleo que alimenta pânico

domingo, 14 de dezembro de 2014 14:34 BRST
 

Por Olzhas Auyezov

DUBAI (Reuters) - Os mercados de ações do Golfo estenderam perdas neste domingo, com a queda do petróleo a uma nova mínima de cinco anos provocando uma nova onda de pânico de venda.

O petróleo Brent caiu quase 3 por cento e se estabeleceram abaixo de 62 dólares por barril na sexta-feira, depois que a Agência Internacional de Energia (AIE) reduziu sua previsão para o crescimento da demanda em 2015.

A principal preocupação dos investidores é que os governos da região possam reduzir gastos em linha com a queda das receitas de exportação de petróleo, o que poderia prejudicar o crescimento econômico em sectores não petrolíferos.

Com a exceção de Omã e Bahrein, onde as finanças do Estado são relativamente fracas, analistas e gestores de fundos acham que o cenário é improvável.

O Ministério do Planejamento do Qatar, por exemplo, previu em um relatório neste domingo que sua economia iria crescer 7,7 por cento no próximo ano, em resultado dos fortes gastos do governo, e que ele ainda iria ter um grande superávit fiscal.

Mas os investidores não estavam dispostos a aceitar previsões positivas e ações do Qatar caíram 5,9 por cento.