Coalizão do premiê Abe vence eleição no Japão; abstenção é recorde

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014 08:04 BRST
 

Por Linda Sieg e Kiyoshi Takenaka

TÓQUIO (Reuters) - A coalizão do primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, teve uma grande vitória eleitoral neste domingo, mas o baixo comparecimento às urnas apontou para uma ampla insatisfação com seu desempenho.

A TV pública NHK disse que o Partido Liberal Democrático (LDP) e seu aliado, o partido Komeito, de Abe, asseguraram mais de 317 assentos na câmara baixa de 475 membros, o suficiente para manter a sua "supermaioria" que facilita os trabalhos parlamentares.

"Eu acredito que o público aprovou os dois anos de nossas políticas 'Abenomics'", disse Abe, em uma entrevista na televisão.

"Mas isso não significa que nós podemos ser complacentes."

Muitos eleitores, duvidosos tanto da estratégia do premiê, conhecida como "Abenomics", para acabar com a deflação e gerar crescimento, quanto da capacidade da oposição de formular um plano melhor, ficaram em casa.

(Reportagem adicional de Elaine Lies, Antoni Slodkowski, Leika Kihara, Kevin Krolicki, Daiki Iga, Sumio Ito e Noriyuki Hirata)

 
Primeiro-ministro do Japão e líder da do Partido Liberal Democrata, Shinzo Abe, durante coletiva de imprensa após vitória de sua coalizão em eleições parlamentares, em Tóquio. 15/12/2014. REUTERS/Toru Hanai