CORREÇÃO-Economistas mantém projeções para inflação e Selic em 2015, elevam dólar

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014 09:56 BRST
 

(Reuters) - (Corrige no 6º parágrafo a primeira elevação para 0,50 ponto percentual, em lugar de 0,25 ponto percentual)

Economistas de instituições financeiras deixaram inalteradas as perspectivas para a inflação e a Selic no próximo ano, após o Banco Central ter projetado que os preços continuarão em alta e indicado que o ciclo de aperto monetário pode não ser tão forte, mas elevaram a projeção para a taxa de câmbio.

Pesquisa Focus, realizada pelo BC junto às instituições financeiras, divulgada nesta segunda-feira mostrou que a projeção para o IPCA em 2015 permaneceu em alta de 6,50 por cento. Para este ano o índice oficial também não sofreu alteração, projetado em 6,38 por cento.

Assim, para 2014 a projeção permanece dentro da meta --de 4,5 por cento, com margem de dois pontos percentuais para mais ou menos, enquanto para 2015 fica exatamente no limite do objetivo. Na sexta-feira o IBGE divulga os números de dezembro do IPCA-15, prévia da inflação oficial.

Na ata da reunião em que o Comitê de Política Monetária (Copom) acelerou o ritmo e elevou a Selic em 0,5 ponto percentual, a 11,75 por cento, o BC disse que vê a inflação brasileira subindo no curto prazo e seguindo em alta em 2015.

Mas destacou que ainda no próximo ano ela inicia um "longo período de declínio", indicando que o atual ciclo de aperto monetário pode não ser tão forte quanto os vistos anteriormente.[nL1N0TV0V1]

No Focus, os especialistas consultados projetam que a taxa básica de juros terminará o próximo ano a 12,50 por cento, sem alteração ante o levantamento anterior. A primeira elevação ocorre em janeiro, com 0,50 ponto percentual, na visão deles.

O BC voltou a falar na ata que os efeitos cumulativos e defasados da política monetária sustentam a visão de que o "esforço adicional" deve ser feito com "parcimônia".   Continuação...

 
Fachada da sede do Banco Central em Brasília. 15/01/2014. REUTERS/Ueslei Marcelino