Justiça aceita denúncia contra Mendes Júnior em processo da Lava Jato

terça-feira, 16 de dezembro de 2014 15:28 BRST
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Justiça Federal aceitou nesta terça-feira a denúncia do Ministério Público Federal (MPF) contra funcionários e dirigentes da empreiteira Mendes Júnior, no caso que investiga suposto esquema de corrupção na Petrobras.

O ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa, preso neste ano pela Polícia Federal, e o doleiro Alberto Youssef também são réus na ação penal, além de já serem réus nos processos que envolvem Engevix, Galvão Engenharia e OAS.

Além de Costa e Youssef, outras 14 pessoas são réus na ação penal que envolve a Mendes Júnior.

Os denunciados enfrentam uma ampla gama de acusações decorrentes da operação Lava Jato, da Polícia Federal, por crimes de corrupção, formação de organização criminosa e lavagem de dinheiro, em um caso histórico que atingiu uma das maiores empresas da América Latina.

Após a apresentação da denúncia pelo Ministério Público Federal, na semana passada, a Mendes Júnior afirmou que não se pronuncia sobre inquéritos e processos em andamento.

(Por Marta Nogueira)