Investidores asiáticos buscam segurança após crise na Rússia e queda no petróleo

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014 07:47 BRST
 

Por Wayne Cole

SYDNEY (Reuters) - Uma quietude desconfortável recaiu sobre os mercados asiáticos nesta quarta-feira, à medida que uma crise financeira na Rússia e a queda dos preços do petróleo fizeram investidores buscar abrigo em bônus mais seguros.

Os rendimentos da dívida soberana da Grã-Bretanha, Alemanha e Japão atingiram mínimas recordes, enquanto os rendimentos de longo prazo dos Estados Unidos e da Austrália alcançaram o menor nível desde 2012.

Os mercados asiáticos tiveram um dia misto com o índice japonês Nikkei .N225 recuperando uma pequena parte de suas recentes perdas ao subir 0,4 por cento. Às 7h42 (horário de Brasília), o índice MSCI que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão .MIAPJ0000PUS recuava 0,57 por cento, tendo atingido mínimas de nove meses.

O dia também era de expectativas uma vez que a última reunião do ano de política monetária do Federal Reserve pode ver o banco central dos Estados Unidos descartar o compromisso de manter os juros baixos por um "período considerável".

Isso seria visto como um passo rumo à elevação dos juros, mesmo enquanto o crescimento no resto do mundo fraqueja e os preços de commodities em queda aumentam o perigo de desinflação.

Uma nova preocupação é o risco de contágio financeiro se espalhando a partir da Rússia, onde uma alta emergencial na taxa de juros não conseguiu interromper o recuo do rublo para novas mínimas.