Congresso aprova LDO de 2015 com nova meta de superávit

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014 13:40 BRST
 

BRASÍLIA (Reuters) - O Congresso Nacional aprovou nesta quarta-feira a Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2015, incluindo a nova meta de superávit primário para o ano que vem recentemente anunciada pelo governo federal.

A aprovação da LDO também dá tranquilidade ao governo para pelo menos cumprir pagamentos essenciais no próximo ano.

A proposta da LDO 2015 garante os pagamentos prioritários do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e obrigatórios (a exemplo do pagamento de pessoal e de benefícios previdenciários) no próximo ano, caso o Orçamento de 2015 não seja votado neste ano.

O texto aprovado pelo Congresso e que agora vai à sanção presidencial inclui a mudança da meta de superávit primário para o ano que vem, equivalente a 1,2 por cento do Produto Interno Bruto, anunciada recentemente pelo governo federal.

Também foi incluído na LDO o orçamento impositivo das emendas de deputados e senadores, que terão obrigatoriamente de ser executadas ao longo de 2015. De acordo com o texto, 1,2 por cento da receita corrente líquida da União, o equivalente a 9,7 bilhões de reais, serão transformadas em emendas parlamentares.

(Reportagem de Eduardo Simões, em São Paulo)

 
Vista-geral do plenário da Câmara dos Deputados, no Congresso Nacional, Brasília. 3/12/2014. REUTERS/Ueslei Marcelino