Produção de etanol do centro-sul em 14/15 supera expectativas, diz Job

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014 19:18 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - A produção de etanol do centro-sul do Brasil na temporada 2014/15, cuja moagem de cana está próxima de seu encerramento, deverá somar 25,55 bilhões de litros, acima da projeção anterior e estável na comparação com a temporada 2013/14, previu nesta quarta-feira a consultoria Job Economia em relatório.

Na estimativa divulgada em setembro, a Job havia estimado uma produção de etanol em 24,15 bilhões de litros.[nL1N0RC2ZO]

A maior produção do biocombustível ocorre com as usinas da principal região produtora do país produzindo um pouco menos de açúcar do que o projetado e moendo mais cana do que o esperado.

A moagem, que na projeção anterior da Job estava estimada em 552 milhões de toneladas, deve encerrar a safra com um volume de 562 milhões, ainda uma queda de 6 por cento ante o recorde da temporada passada por conta da seca que atingiu os canaviais este ano.

A produção de açúcar do centro-sul do Brasil, maior produtor global da commodity, foi estimada pela Job em 31,9 milhões de toneladas, queda de 7 por cento na comparação anual e leve queda ante os 32,3 milhões projetados em setembro.

Essa maior produção de etanol, que tem sido favorecido pelas usinas pela melhor remuneração frente ao açúcar, deve fazer com que leve mais tempo para as cotações se recuperarem na entressafra, destacou a consultoria em nota.

"A absorção da produção de etanol depende de uma demanda forte de etanol hidratado combustível. Isto significa que a recuperação de preços nesta entressafra do etanol hidratado vai ser postergada com baixo risco de choque de preços", afirmou.

A estimativa da Job foi divulgada um dia antes de a União da Indústria de Cana-de-açúcar (Unica) fazer o seu balanço sobre a temporada 14/15, na quinta-feira.

Na semana passada, a Unica informou que a produção de açúcar e etanol do centro-sul do Brasil no acumulado da safra 2014/15 até 1o de dezembro superou a previsão de agosto da entidade.[nL1N0TV16R]

(Por Roberto Samora)