Demanda por voos domésticos sobe 6,7% em novembro e oferta tem 3º mês de alta, diz Abear

quinta-feira, 18 de dezembro de 2014 10:30 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - A demanda por transporte aéreo doméstico no Brasil teve leve aceleração em novembro, quando subiu 6,7 por cento sobre o mesmo mês do ano passado, enquanto a oferta registrou seu terceiro mês de avanço, com alta de 4,2 por cento.

Os dados foram divulgados pela Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear), que engloba as quatro principais companhias aéreas do Brasil - Avianca, Azul, TAM e Gol.

A demanda cresceu em ritmo ligeiramente superior ao de outubro, quando o avanço na comparação anual havia sido de 6,4 por cento, ao passo que a oferta saltou em relação ao aumento de 2,6 por cento registrado no mês anterior.

"A oferta chegou ao terceiro mês de expansão por parte das companhias aéreas, já vislumbrando o momento de aquecimento do setor com os embarques de final de ano e início da temporada de férias de verão", disse a Abear.

A taxa de ocupação das aeronaves nos voos domésticos manteve a trajetória ascendente e avançou 1,9 ponto percentual em novembro sobre o mesmo mês de 2013, a 81,31 por cento.

A TAM manteve a liderança do setor, mas com fatia de mercado recuando para 38,78 por cento ante 39,14 por cento em outubro, seguida pela Gol, com 36,38 por cento, quase inalterada ante os 36,36 por cento do mês anterior.

A fatia da Azul subiu para 16,50 por cento, contra 15,99 por cento anteriormente, e a da Avianca caiu para 8,33 por cento, contra 8,51 por cento em outubro.

No mercado internacional, a demanda das companhias brasileiras avançou 4,6 por cento em novembro na base de comparação anual, enquanto a oferta subiu 3,4 por cento. A taxa de ocupação subiu 0,9 ponto percentual, para 80,63 por cento.

A participação de mercado da TAM nos voos internacionais ficou em 84,02 por cento, ante 84,91 por cento no mês anterior, a da Gol subiu para 15,89 por cento, ante 15,05 por cento, e a da Avianca passou para 0,09 por cento, na comparação com 0,05 por cento em outubro.

(Por Priscila Jordão)

 
Aeronave da companhia aérea Gol durante manobra de pouso aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro. 21/11/2014.  REUTERS/Sergio Moraes