Produção de etanol em 14/15 no CS supera previsão em quase 2 bi litros

quinta-feira, 18 de dezembro de 2014 11:26 BRST
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A produção de etanol do centro-sul do Brasil deverá fechar a temporada 2014/15 em 25,81 bilhões de litros, ante 24 bilhões de litros da previsão de agosto, anunciada em meio ao impacto de uma severa seca para as lavouras, afirmou a União da Indústria de Cana-de-açúcar (Unica) nesta quinta-feira.

O aumento da expectativa ocorreu com etanol remunerando mais que o açúcar, além de uma maior produtividade da safra de cana em regiões não afetadas pela seca. A produção do biocombustível vai superar a registrada na temporada anterior, quando somou 25,57 bilhões de litros, segundo a Unica.

"A produção de etanol vai ser maior que no ano passado e a redução de exportação vai aumentar a oferta interna", disse o diretor-técnico da Unica, Antonio de Padua Rodrigues, a jornalistas.

A entidade que reúne as usinas da principal região produtora do Brasil disse ainda que a produção de açúcar do centro-sul em 2014/15 atingirá 31,93 milhões de toneladas, ante 31,36 milhões na projeção de agosto.

Já a moagem de cana em 2014/15, que está sendo finalizada, foi estimada em 567 milhões de toneladas, ante 546 milhões em agosto.

A moagem de cana ficará abaixo do total processado na temporada passada (2013/14), quando o centro-sul moeu um recorde de 597 milhões de toneladas, por conta do tempo adverso. A produção de açúcar na safra anterior somou 34,29 milhões de toneladas.

"O impacto da estiagem sobre a safra de cana só não foi maior porque houve aumento de área e produtividade em algumas regiões que não foram atingidas pela falta de chuva", afirmou Padua.

Ele citou como exemplo o Mato Grosso do Sul e Goiás, onde a associação observou um avanço da produtividade agrícola da lavoura, contrapondo o menor rendimento nas demais regiões.

Em relação à próxima safra, Padua afirmou que ainda é cedo para fazer qualquer projeção mais segura sobre a produção.   Continuação...

 
Trabalhadores em fábrica de processamento de cana em Valparaíso, no Estado de São Paulom em 18 de setembro de 2014. REUTERS/Paulo Whitaker/Files (BRAZIL - Tags: BUSINESS TRANSPORT COMMODITIES ENERGY ENVIRONMENT)