FMI diz que queda nos preços do petróleo vai persistir e ajudar economias

segunda-feira, 22 de dezembro de 2014 14:17 BRST
 

WASHINGTON (Reuters) - A recente queda nos preços do petróleo deve persistir, ajudando a impulsionar a atividade econômica global em 0,3 a 0,7 por cento no próximo ano, escreveram dois economistas sêniores do Fundo Monetário Internacional (FMI) em um blog nesta segunda-feira.

Os preços do petróleo Brent caíram mais de 46 por cento desde o pico do ano em junho de mais de 115 dólares por barril, em meio à decisão em novembro da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) de não reduzir a produção.

"No geral, vemos isso como uma boa notícia para a economia global", disseram no blog o economista-chefe do FMI, Olivier Blanchard, e o chefe da equipe de pesquisa de commodities, Rabah Arezki, acrescentando que os mercados futuros sugerem que os preços do petróleo permanecerão mais baixos do que os níveis de anos anteriores.

(Reportagem de Anna Yukhananov)