Exportação de minério de ferro do Brasil já supera 2013 em volume; receita despenca

segunda-feira, 22 de dezembro de 2014 17:57 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - As exportações de minério de ferro do Brasil atingiram no ano até a terceira semana de dezembro 329,9 milhões de toneladas, ligeira alta na comparação com o volume exportado em todo o ano passado, de acordo com dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex) divulgados nesta segunda-feira.

A média diária de embarques de dezembro está em cerca de 1,5 milhão de toneladas, segundo a Secex, o que indica que as exportações do país podem fechar 2014 em aproximadamente 340 milhões de toneladas, considerando os últimos dias úteis deste mês.

Isso representaria um crescimento de 3 por cento ante 2013, quando os embarques somaram 329,6 milhões de toneladas.

Já a receita com as exportações de minério, o principal produto da pauta do Brasil, deverá cair acentuadamente por conta da queda nos preços da commodity.

De janeiro a novembro, a receita recuou 18,6 por cento, para 23,8 bilhões de dólares, com um recuo na cotação do produto embarcado de mais de 20 por cento.

Na semana passada, o preço na China renovou uma mínima de mais de cinco anos, com os compradores no mercado chinês afastados em meio à expectativa de uma queda maior nos preços, pressionados este ano pela abundância na oferta e um crescimento mais lento da demanda chinesa.

Já as exportações de soja, segundo produto da pauta exportadora do país, deverão atingir volumes e receitas recordes em 2014.

Incluindo os produtos, como óleo e farelo de soja, a indústria do setor estima que as receitas geradas com as exportações atingirão mais de 31 bilhões de dólares, com a soja em grão respondendo por 23,5 bilhões de dólares.

O petróleo, terceiro produto da pauta de exportações do Brasil, também terá um ano de grandes embarques em 2014, com a recuperação da extração da Petrobras e pelo crescimento de algumas petroleiras estrangeiras que atuam no Brasil.   Continuação...