Mercados da Ásia fecham em baixa após Wall St bater novo recorde

terça-feira, 23 de dezembro de 2014 07:25 BRST
 

SIDNEY (Reuters) - O feriado afetou os mercados asiáticos nesta terça-feira depois de Wall Street fechar nas máximas históricas, enquanto os preços do petróleo recuperavam um pouco das perdas sofridas após a Arábia Saudita descartar qualquer possibilidade de reduzir o fornecimento.

Os investidores optaram por se concentrar sobre os benefícios que a queda nos preços dos combustíveis teria para os gastos dos consumidores de energia.

"No geral, nós vemos isso como um tiro no braço para a economia global", afirmaram o economista-chefe do Fundo Monetário Internacional (FMI), Olivier Blanchard, e o chefe da equipe de pesquisa de commodities, Rabah Arezki, em seu blog na segunda-feira.

Às 7h05 (horário de Brasília), o índice MSCI que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão tinha queda de 0,7 por cento. O índice Nikkei de Tóquio ficou fechado por feriado.

Na véspera, as bolsas norte-americanas fecharam em alta, com o S&P 500 atingindo pontuação recorde. Os ganhos de grandes empresas de tecnologia compensaram a fraqueza do setor de energia.