December 23, 2014 / 2:53 PM / in 3 years

Statoil aprova contratação de nova plataforma para campo de Peregrino

3 Min, DE LEITURA

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O conselho da norueguesa Statoil aprovou a contratação de uma terceira plataforma fixa para o campo de Peregrino, na Bacia de Campos, único em produção da petroleira no Brasil, informou a companhia nesta terça-feira.

A empresa agora está em processo para organização das licitações para a plataforma e demais equipamentos necessários.

Em declarações recentes, o vice-presidente de Relações Públicas da companhia e porta-voz no Brasil, Mauro Andrade, disse que a nova unidade deve entrar em operação em 2019.

Será uma plataforma com sonda de perfuração integrada, acomodações e sistema de geração de energia, segundo a companhia, que preferiu não informar volumes de investimentos.

A nova unidade será conectada à plataforma Peregrino A, já existente no campo, e a outra plataforma, do tipo FPSO, em operação na área.

Além da FPSO (unidade flutuante que armazena e produz) e da Peregrino A, a Statoil tem ainda mais uma plataforma fixa em operação no campo.

"Todo o processamento do petróleo continua sendo realizado no FPSO que já produz no campo de Peregrino", explicou a Statoil, em nota enviada nesta terça-feira à Reuters.

Detalhes mais precisos sobre o projeto ou data de chegada da nova unidade somente serão divulgados quando a empresa entregar um novo plano de desenvolvimento para a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), o que deve acontecer em janeiro do próximo ano.

No início deste mês, Andrade destacou que a nova plataforma, que deveria seria aprovada neste ano, integrará a segunda fase de desenvolvimento de Peregrino, resultado de estudos que se iniciaram em 2010.

O objetivo da empresa com a fase 2 do projeto é acrescentar pelo menos 150 milhões de barris de petróleo recuperáveis às atuais reservas da Statoil, que somam mais de 300 milhões de barris de petróleo recuperáveis.

Atualmente, a produção do campo de Peregrino varia entre 80 mil e 90 mil barris de petróleo por dia.

A Statoil é a operadora de Peregrino, com 60 por cento de participação, e tem como sócia a chinesa Sinochem, que detém os outros 40 por cento.

Por Marta Nogueira

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below