Dow Jones supera 18 mil pontos pela 1ª vez e S&P 500 renova recorde de fechamento

terça-feira, 23 de dezembro de 2014 19:16 BRST
 

Por Ryan Vlastelica

NOVA YORK (Reuters) - As bolsas de valores dos Estados Unidos fecharam em alta pelo quinto pregão consecutivo nesta terça-feira, com o índice Dow Jones superando a marca dos 18 mil pontos pela primeira vez na história após a divulgação de que a economia norte-americana cresceu acima do previsto.

O índice Standard & Poor's 500 teve seu 51o recorde de fechamento em 2014. Na máxima da sessão, o Dow chegou aos 18.051 pontos, e o indicador agora está cerca de 175 por cento acima da mínima de 12 anos atingida em 9 de março de 2009.

O Dow Jones .DJI terminou o dia com valorização de 0,36 por cento, a 18.024 pontos. O S&P 500 .SPX teve alta de 0,17 por cento, a 2.082 pontos. Na contramão, indicador tecnológico Nasdaq .IXIC perdeu 0,33 por cento, a 4.765 pontos.

A leitura final do resultado do Produto Interno Bruto (PIB) dos EUA foi revisada para cima para mostrar expansão anualizada de 5 por cento no terceiro trimestre, no ritmo mais forte em 11 anos e acima da expectativa de alta de 4,3 por cento.

"Todos estão surpresos, e eu definitivamente estou satisfeito", disse o analista-chefe de mercado na Phoenix Financial Services, Wayne Kaufman, em Nova York. "Como a inflação pode ser tão baixa com um PIB tão forte? Ou é algo fora da curva e o PIB voltará a cair drasticamente, ou veremos uma alta da inflação, o que colocará mais pressão sobre o Federal Reserve (banco central norte-americano)", acrescentou.

Além do relatório do PIB, dados mostraram um sólido crescimento dos gastos dos consumidores nos EUA, enquanto o sentimento dos consumidores atingiu o maior nível em quase oito anos. Foi divulgado ainda que as encomendas de bens duráveis caíram inesperadamente em novembro e as vendas de novas moradias recuaram pelo segundo mês seguido.

O volume de negócios em Nova York deve seguir fraco nesta semana devido ao feriado de Natal, o que pode aumentar a volatilidade em Wall Street. As bolsas dos EUA abrirão para uma sessão mais curta na quarta-feira e estarão fechadas no dia 25.