Parlamento da Ucrânia apoia aumento de imposto sobre importação

quinta-feira, 25 de dezembro de 2014 15:24 BRST
 

KIEV (Reuters) - O Parlamento da Ucrânia aprovou preliminarmente nesta quinta-feira uma lei que simplifica a legislação tributária e impõe tarifas adicionais sobre importados, em um esforço para elevar a receita em meio a uma crise econômica.

As reservas em moeda estrangeira da Ucrânia foram reduzidas à metade desde o início do ano, atingindo a mínima em 10 anos, devido ao pagamento de dívidas pelo fornecimento de gás da Rússia e pelos esforços para apoiar a moeda local, grívnia.

As reservas restantes estão por volta de 10 bilhões de dólares, o suficiente apenas para cobrir dois meses de importações.

A ministra das Finanças, Natalia Yaresko, disse que as tarifas sobre importação podem gerar 17,6 bilhões de grívnias (1,1 bilhão de dólares) para o orçamento do próximo ano, que já prevê um déficit de 3,7 por cento do PIB.

"Não há outra opção. Ou então não haverá um orçamento para 2015", disse ela ao Parlamento. Os parlamentares ucranianos estão sob pressão para aprovar o orçamento o quanto antes para que o país possa receber a próxima parcela de ajuda como parte de um acordo de empréstimo de 17 bilhões de dólares do Fundo Monetário Internacional.

(Reportagem de Natalia Zinets; Reportagem adicional de Pavel Polityuk)