Índia eleva taxa de importação de óleos comestíveis para proteger produtores locais

sexta-feira, 26 de dezembro de 2014 11:36 BRST
 

NOVA DÉLHI (Reuters) - A Índia elevou o imposto de importação de óleos comestíveis brutos e refinados em 5 pontos percentuais cada, para proteger os produtores locais de aumento das importações de produtos da Malásia e Indonésia.

Em uma ordem divulgada na quinta-feira, Nova Délhi informou que o imposto de importação de óleo vegetal bruto subirá para 7,5 por cento, de 2,5 por cento, enquanto o de óleo refinado subirá para 15 por cento, com efeito imediato.

A Índia é o maior importador de óleo vegetal do mundo. O país atende a cerca de 60 por cento de suas necessidades anuais de 18-19 milhões de toneladas com compras externas, principalmente de óleo de palma de grandes produtores como Indonésia e da Malásia.

Atingida por importações de óleos vegetais baratos, a associação da indústria da Índia (SEA) apelou ao governo para elevar o imposto de importação.

(Por Mayank Bhardwaj)