Bandeiras de energia elétrica ficam vermelhas em janeiro; tarifa sobe, diz Aneel

sexta-feira, 26 de dezembro de 2014 15:26 BRST
 

BRASÍLIA (Reuters) - A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) informou que serão vermelhas as bandeiras tarifárias em todas as regiões do Sistema Interligado Nacional (SIN) em janeiro de 2015, indicando maiores custos na geração de energia e na tarifa dos consumidores.

Além de sinalizar aos consumidores qual é a real situação da geração, o sistema que entra em vigor em janeiro repassa mensalmente às tarifas parte dos custos quando estes estão mais elevados, como é o caso agora, em que o parque térmico está acionado para poupar água nos reservatórios das hidrelétricas.

Bandeiras vermelhas, como é o caso de janeiro, indicam que no mês a tarifa terá um acréscimo de 3 reais para cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos.

Bandeiras amarelas indicam condições um pouco menos desfavoráveis e que a tarifa sofrerá um acréscimo menor, de 1,50 real por 100 kWh.

Quando o sistema apontar bandeiras verdes, isso significa que as condições de geração estão mais favoráveis --ou seja, está chovendo mais e as hidrelétricas estão a plena carga. E, portanto, a tarifa não sofre nenhum acréscimo.

O sistema de bandeiras tarifárias vale para todo o país, menos os Estados de Amazonas, Amapá e Roraima, que não integram o SIN.

(Reportagem de Leonardo Goy)