Gastos com eletrônicos ficam estáveis nos EUA no fim do ano

sexta-feira, 26 de dezembro de 2014 18:12 BRST
 

(Reuters) - Os consumidores norte-americanos gastaram ativamente em alojamento temporário e restaurantes durante o fim do ano, enquanto as vendas de eletrônicos ficaram estáveis, refletindo uma migração para gastos com "experiências" em vez de bens, disse a MasterCard.

As vendas do varejo subiram 5,5 por cento durante o período da "Black Friday", dia de liquidações logo depois do Dia de Ação de Graças, até 24 de dezembro, na comparação com um ano antes.

A MasterCard disse que o crescimento estava em linha com sua projeção para as festas de fim de ano e enfatizou o impacto da melhora da economia norte-americana.

Sarah Quinlan, vice-presidente sênior da MasterCard, disse que jantares casuais e alojamento temporário estavam entre as principais categorias, com crescimento de dois dígitos e de quase dois dígitos em bases anuais, respectivamente, da Black Friday a 24 de dezembro.

Os dados mostram a tendência de os consumidores preferirem "experiências" em detrimento de bens. A "economia está muito forte, mas estão gastando de formas diferentes", disse Quinlan à Reuters depois de o relatório ser divulgado.

Diferentemente da previsão de alguns especialistas, os eletrônicos não foram uma categoria forte, com vendas "basicamente estáveis" da Black Friday a 24 de dezembro, e em território negativo no que se refere às vendas a partir de 1º de novembro.

A vestimenta teve crescimento de um dígito, com as roupas femininas particularmente fortes desde a Black Friday. Mas Quinlan disse que não estava claro se o crescimento da venda de roupas se traduziria em lucro devido aos fortes descontos.

(Por Nathan Layne)